Modernismo

São Paulo,
ano 2021,
2o ano da pandemia de Covid-19 e
465o ano da deglutição do Bispo Sardinha:

A sociedade se mobiliza.
A Cultura enfrenta a encruzilhada!
A arte abre caminhos!
modernismo 22+100

O 22 que aconteceu
na Pauliceia tinha
eu + lirismo = poesia

O 22 de agora
abraça o Brasil inteiro no
eu + os meus = nós,
que é = a noiz.
E noiz + lirismos é = a nova poesia.
É a prova dos nove da volta da alegria!

O 22 que aconteceu tinha
+ pasárgadas onde ir e invenções de abaporus
e + imperfeição = a obras perfeitas
e + os crimes de sermos divergentes.

O 22 de agora é
a periferia no centro
e o centro na periferia.

O 22 de agora é
a cultura presente.
É cultura como prioridade.
É a cultura no centro
do desenvolvimento econômico e social.

O 22 de agora
afirma e reafirma a Cultura
como a saída justa e próspera,
sustentável e democrática
para a crise pós pandemia!

O 22 de antes abriu
caminhos para:
carnaval dos 30
antropofagia dos 30
geração de 45
tropicália dos 60
cinema novo dos 60
o maio 68
poesia marginal dos 70
diretas já nos 80
arte contra barbárie nos 90
resistência cultural nos 2000
ocupação cultural nos 2000
2000 graus de chapa quente da arte em todo lugar,
porque arte é ocupar.

O 22 de agora é
+ que conceito:
é menos preconceito,
menos elogios à ignorância,
menos brutalidade,
menos arrogância e
muito muito muito + diversidade!

O 22 de agora é
pelo fim dos apagamentos e de
mulheres e + pretos e + mulheres pretas e
temas lgbtqia+ e +++

O 22 de agora é
resistência e + existência
amor e menos rancor.

No 22 de antes
os 100 anos da independência era pretexto.
No 22 de agora
os 200 anos da independência é o contexto.
É da luta da civilização contra a barbárie.

O 22 de agora
é menos bandeirante e + modernista.

O 22 de agora é + que uma celebração.
É a retomada cultural!
É a festa pós pandemia!
É o palco do futuro!
É + nação!
É o sentido cultural de nação.

O 22 de agora é
a cultura = expressão.
A expressão = pensamento.
É o pensamento em ação!

Vem aí: os Centros de Referência do Novo Modernismo!
Vem aí: os Bailes Futuristas!
Vem aí: o Banquete Antropofágico!
Vem aí: a Marcha das Utopias!
Vem aí, os Grandes Cortejos Modernistas!

Vem aí!
modernismo 22 + 100

Frame do vídeo Manifesto Modernismo 22+100. Créditos: Helder Fruteira e Henrique Sauer/Ladybird.tv
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support